6 erros para não repetir em uma entrevista de emprego nunca mais!




Chega a hora da entrevista...


Chega a hora da entrevista e você se vê lá, sentado na sala de espera com o coração na boca, torcendo para conseguir disfarçar e focando toda sua energia nisso, porém...

Deixa a gente te contar um segredinho: o recrutador já passou por isso milhares de vezes, e não é um problema para ele. Inclusive, por muitas vezes ele tentará acalmar você e os outros candidatos. Mas calma, sabemos que existem diversos motivos para o seu nervosismo, por isso trouxemos algumas dicas para você fazer sucesso na hora da entrevista!



1. Não faça comentários negativos sobre seu emprego anterior:


Não é uma boa ideia falar mal das suas experiências anteriores durante a entrevista. O recrutador está ali em busca de habilidades que se encaixem nos requisitos e na ética da empresa. Sair por aí espalhando boatos (sejam eles verdadeiros ou não), pode passar a impressão de que você não é uma pessoa confiável, ou até mesmo de que está tentando bajular o recrutador ao comparar as empresas.

Foque em suas capacidades, não naquilo que você não gosta!



2. Religião e política não se discutem: na entrevista de emprego!


Vivemos em um país enorme e extremamente diversificado, a chance de encontrarmos alguém com uma crença diferente da nossa é gigante! Seja ela política ou religiosa. Então por que não evitar conflitos na hora da entrevista?

Todos nós temos o direito de nos expressar e de seguir a religião que escolhermos. E uma entrevista de emprego com certeza não é local para debater isso.

Evite uma possível eliminação, mantenha sempre o respeito!



3. A entrevista não deve ser momento para incerteza ou confusão:


Nem sempre saberemos responder todas as questões de uma entrevista. Por isso, o que importa nesses momentos é demonstrar confiança e saber solucionar o problema com a bagagem que você tem.

Por exemplo, caso você não conheça ou não saiba realizar alguma atividade proposta pelo recrutador, o que deve fazer é se mostrar disposto e se esforçar para desenvolvê-la. O importante é o caminho, como você fará isso? Explique para ele. É nisso que o recrutador está interessado, na maneira em que você soluciona os problemas e o caminho que usa para fazer isso.



4. Evite vícios de linguagem!


Sabemos que é complicado evitar essas palavrinhas que estão diariamente em nosso vocabulário, porém, uma boa comunicação é um dos requisitos primordiais a serem considerados em uma entrevista. É necessário que saibamos nos comunicar de maneira nítida.

Por isso, devemos apresentar um bom vocabulário, sem o uso de vícios de linguagem ou gírias, assim aumentamos nossas chances no processo de seleção!





5. Não faça piadinhas!


Muitos candidatos têm o costume de fazer piadas para criar certa intimidade com o recrutador, e assim aumentas suas chances. No entanto, já vamos adiantando que na maior parte das vezes só o que é criado é desconforto. Não há necessidade de forçar intimidade. Na conversa, conforme o recrutador fizer as perguntas, ele criará seu perfil automaticamente.

A única coisa que ele espera é que você tenha boas habilidades e que elas se encaixem no que a empresa busca. Seja você mesmo!


E por último e mais importante:


6. Seja verdadeiro.


É comum recebermos ‘’conselhos’’ sobre nossas experiências, onde nos dizem para ‘’incrementar’’ nossas qualificações. No entanto, saiba que os recrutadores verificam sim seu perfil. Além do mais, imagina a cena quando cobrarem você de uma atividade que você não sabe fazer?

Seja sincero, foque em seus pontos fortes e em sua capacidade de aprender novas coisas sempre.

E ah, não se esqueça: experiência sem carteira assinada é experiência igual!




Achou esse conteúdo útil? Nos siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdos como esse.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square