ASSERTEM calcula a abertura de mais de 630 mil vagas temporárias para o 3º trimestre de 2022!


De acordo com a ASSERTEM, estima-se um aumento de 12% nas contratações temporárias nos meses de julho, agosto e setembro, em relação ao mesmo período de 2021.

Foto de duas mulheres que conversam e riem juntas. Ambas estão sentadas. A mulher d direita é branca, cabelo liso e claro, veste uma blusa de gola alta azul e uma saia lápis branca, ela segura em suas mãos uma folha e uma caneta. A mulher da esquerda é negra, possui cabelo claro e crespo, veste uma blusa branca sem mangas e uma calça vermelha jeans. Ela segura uma caneta azul em sua mão direita, que está próxima ao seu rosto. Elas estão em um ambiente fechado, um escritório.

Segundo a Associação Nacional do Trabalho Temporário, a partir do 3º trimestre de 2022, as contratações temporárias realizadas não servirão apenas para repor o quadro de colaboradores como ocorrido durante a pandemia. Ao contrário disso, serão focadas na contratação de profissionais qualificados, buscando futuras efetivações.

Crescendo mais e mais a cada ano, as contratações temporárias – previstas nos termos da Lei Federal 6.019/74 e do Decreto nº 10.854/2021 – surgiram como um modo gerencial das empresas atenderem as demandas constantes do mercado. Esse modelo de contratação se fortaleceu durante a pandemia, auxiliando as empresas a reduzirem custos e se adequarem as variadas exigências desse período tão volátil.

Mas, além disso, ganhou força por ser um modelo de contratação flexível, onde as empresas podem avaliar o desempenho dos profissionais na prática, e assim decidir qual o profissional mais adequado para a vaga disponibilizada.


Segundo o presidente da associação, Marcos de Abreu, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a alta nas contratações temporárias não é motivo para desconfiança na economia brasileira, muito pelo contrário, esse aumento deve ser visto com bons olhos: “A pandemia impôs um novo modelo de gestão às empresas, que aprenderam a reduzir custos e a fazer ajustes rápidos às demandas de mercado utilizando intensivamente a contratação de temporários, sem precisar demitir. O que vem contribuindo para a queda do desemprego no País”

A ASSERTEM afirma também, que entre os meses de julho e setembro, os setores destaque nas contratações temporárias deverão ser os seguintes: Áreas Alimentícia, farmacêutica e de Óleo e Gás; seguido do setor de Serviço, com ênfase para as áreas de Logística, Tecnologia da Informação e Serviços para pessoas físicas, que engloba clínicas, restaurantes, companhias aéreas; e do Comércio.


Foto de um grupo de 3 mulheres em um ambiente fechado (escritório). Ambas estão sentadas em um banco de madeira. A que está no meio, é uma mulher preta, de cabelo crespo e claro e olhos escuros. Ela veste uma camisa xadrez azul, uma blusa branca e uma calça vermelha jeans. Em seu colo está um notebook, para onde todas as mulheres olham. A mulher em sua direita, é branca e possui cabelo liso e claro, e olhos claros. Ela veste uma blusa azul de gola alta e uma saia lápis branca. A mulher á esquerda é amarela, possui cabelo liso e escuro e olhos escuros. Ela veste uma blusa preta canelada e uma saia longa dourada. As mulheres das pontas se inclinam para ver o que está no notebook.

Andamento até o primeiro semestre de 2022:


Foram criadas 1.322.220 vagas temporárias entre janeiro e junho deste ano, uma pequena baixa de 4,6% em relação ao mesmo período de 2021, onde forma abertas cerca de 1.385.989 vagas.

De acordo com a ASSERTEM, os fatores impactantes no número de contratações temporárias do primeiro semestre foram a seca, a inflação e a guerra entre a Ucrânia e a Rússia.

“A ASSERTTEM tem se mantido cautelosa e atenta ao cenário mundial. Por isso, comemoramos o resultado expressivo alcançado entre janeiro e junho deste ano em relação à geração de vagas temporárias. E temos perspectivas positivas para o 2º semestre de 2022”, conclui o presidente da associação.



Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe com alguém e acompanhe nossas redes!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square