Vendas para o dia das mães devem registrar maior alta dos últimos cinco anos

O comércio se anima com a chegada do Dia das Mães e espera que as vendas cresçam mais de 4%, na comparação com o ano passado. A estimativa é da CNC (Confederação Nacional do Comércio). Se for confirmada, a alta será a maior desde 2013, quando o aumento foi de 6%.

O economista da Confederação Nacional do Comércio, Fábio Bentes, atribui o otimismo ao fato de que os preços estão controlados. “Temos visto o IPCA variando muito pouco nos últimos meses. O Dia das Mães é considerado o “Natal” do primeiro semestre para o setor de varejo e os dados são bem positivos. A inflação medida por uma cesta de 19 bens registra uma alta pequena de 1,8% em relação ao mesmo período do ano passado”, explica Bentes.

Em todo o país, as vendas para o Dia das Mães devem movimentar quase R$ 9,5 milhões. Mais uma vez, as roupas são os presentes mais procurados. “É o segmento que tem os preços mais democráticos. Há produtos com valores baixos e também elevados, diferente dos eletrodomésticos que têm preços mais altos. O segmento de vestuário responde, em média, por 40% do movimento do Dia das Mães”, diz o economista.

Bentes ressalta que a alta prevista para 2018 não é suficiente para que o varejo recupere as perdas registradas em anos anteriores.

Para Dia das Mães, a expectativa é de que sejam abertas mais de 21 mil vagas de trabalho temporário. Há um aumento na comparação com o ano passado, quando foram contratados 20.400 empregados.

FONTE: jovempan.uol.com.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Trabalho Temporário e Recursos Humanos

Se Inscreva

(11) 3040-8889

(41) 2626-1439

(48) 3181-0386

(51) 3778-0000

© 2020 GP Temporários.  Todos os direitos reservados.