Um avanço nas relações de trabalho

Com o passar dos anos a economia mundial mudou e com ela as necessidades do mercado, das empresas e dos profissionais. Hoje tu podes ser atendido em Porto Alegre por uma empresa de telemarketing que opera 24 horas por dia em Bangladesh. A fuga do trabalho para locais mais baratos, com menores impostos e regras mais flexíveis é um dos fatores que pode ser reduzido com a atual reforma trabalhista. Sem o engessamento que a CLT impõe fica mais atraente manter postos de trabalho aqui mesmo no Brasil.

Outro ponto positivo da nova lei é que ela pode regularizar a situação já existente de milhares de trabalhadores que atuam sob a informalidade, respeitando assim seus direitos e preservando a arrecadação previdenciária (Que há muito está defasada).

Os profissionais também mudaram com o passar do tempo, agora valorizando aspectos que os trabalhadores antigos não julgavam importantes, como ter mais tempo em casa, pausas criativas, férias curtas (mas em vários períodos do ano), entre outras. A Lei da terceirização vem também para contemplar essas necessidades e modernizar as relações.

A CLT é fruto de uma economia predominantemente industrial e por isso não atende às necessidades do varejo contemporâneo. O setor de serviços é um dos grandes favorecidos pela nova legislação, sendo que essa flexibilização permite o surgimento de empresas especializadas em determinadas atividades, diversificando a oferta dos mesmos (serviços especializados).

Livre adaptação do texto de Fernando Tardioli, diretor jurídico da ABF

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Trabalho Temporário e Recursos Humanos

Se Inscreva

(11) 3040-8889

(41) 2626-1439

(48) 3181-0386

(51) 3778-0000

© 2020 GP Temporários.  Todos os direitos reservados.